VW Tharu, rival do Jeep Compass, será feito na Argentina em 2019

VW Tharu, rival do Jeep Compass, será feito na Argentina em 2019

Skoda Karoq

A Volkswagen trabalha em um novo crossover para o mercado latino, o Tharu. O jornalista Boris Feldman, do Auto Papo, levantou a bola de que o T-Roc não seria um modelo para nosso país e que teríamos outro carro, feito pela Skoda. Aqui no Motor1.com, matamos no peito e chutamos pro gol, com a informação de que ele deve ser uma versão VW do Skoda Karoq, substituto do Yeti na Europa e que tem o tamanho exato para ser o rival do Jeep Compass no Brasil e Argentina.

Publicidade

Segundo o sitema Info sobre Ruedas, fontes ligadas à Volkswagen Argentina já confirmam sua produção em Pacheco, onde é chamada internamente como “Bala de Prata”. Irá substituir o Fox e a SpaceFox (lá conhecida como Suran) na linha de montagem. Porém, o início da fabricação é previsto somente para 2019, chegando ao mercado em 2020.

Leia também:

Como adiantamos em agosto, o Karoq se encaixa no plano da Volkswagen. O T-Roc, apelidado de SUV do Golf, tem 4,23 metros de comprimento, apenas 10 centímetros a mais do que o T-Cross, que usa a base do novo Polo e que será produzido no Brasil. A pequena diferença, aliada ao fato do T-Roc ter sido criado para a Europa, o torna inviável para vários mercados. Até mesmo os EUA ficarão sem este carro.

Por que o Karoq faz sentido? Ele usa a plataforma MQB, assim como o T-Roc. Porém, mede 4,38 m, 15 cm a mais do que o T-Roc e, consequentemente, 25 cm mais longo que o T-Cross. Tem só 10 cm a menos do que a nova geração do Tiguan (4,48 m), modelo que só virá para cá na versão mais longa Allspace de sete lugares. O comprimento do Karoq está bem próximo do Compass, apenas 4 cm menor.

Skoda Karoq

A ideia de fazer um crossover na Argentina servirá para equilibrar a balança comercial entre eles e o Brasil, com a adição de um modelo de maior volume. A Volkswagen prometeu renovar a linha inteira até 2020, o que confirma que sua estreia não passará deste limite. Até lá, a marca poderá lançar o T-Cross em nosso mercado.

Ainda está distante, mas podemos imaginar qual será sua mecânica. Por custos, deve utilizar o motor 1.4 TSI de 150 cv, deixando de lado o novo 1.5 TSI mais refinado do mercado europeu. Se precisarem de uma versão mais potente, podem equipá-lo com o 2.0 TSI de 200 cv que a marca utilizava no Tiguan antigo. A transmissão deve ser a automática Tiptronic de 6 marchas, no lugar da automatizada DSG de 7 utilizada no Velho Continente.

Fora o T-Cross e o Tharu, a Volkswagen prepara o lançamento do Tiguan Allspace, configuração de 7 lugares que chegará ao Brasil no início de 2018. A fabricante estuda trazer o enorme Atlas ao nosso mercado. E ainda retomaram o projeto de um crossover pequeno, com a base do Up!, antecipado com o conceito Taigun e que agora deve ser batizado como T-Track.

Fonte: Info sobre Ruedas

Comentários no Motor1


Publicidade