Volkswagen se declara culpada pelo Dieselgate em tribunal dos EUA

Volkswagen se declara culpada pelo Dieselgate em tribunal dos EUA

Volkswagen dieselgate

Volkswagen dieselgate

Em audiência realizada na última semana em um tribunal de Detroit, nos Estados Unidos, a Volkswagen assumiu a culpa pelo caso do Dieselgate. Conforme relata a imprensa norte-americana, a gigante alemã se declarou responsável pelas acusações criminais de conspiração, obstrução de justiça e comercialização de mercadorias importadas por meio de declarações falsas.

Leia também:

Governo americano multa VW em US$ 4,3 bilhões por Dieselgate
Uma volta com o Golf TDI depenado do Dieselgate
Volkswagen e Canadá chegam a acordo de US$ 1,57 bilhão pelo Dieselgate

Ao assumir a culpa, a VW cumpre com parte do acordo firmado ainda em janeiro com autoridades norte-americanas e, ao mesmo tempo, dá andamento à resolução do caso. No dia 21 de abril, uma nova audiência será realizada e o juiz Sean Cox finalmente dará a sentença. “Quero mais tempo para refletir e estudar”, disse o magistrado.

Em janeiro, a marca firmou junto ao Departamento de Justiça do país o compromisso de pagar US$ 4,3 bilhões em multas, sendo US$ 2,8 bilhões por violações criminais e US$ 1,5 bilhão por importação e venda de veículos manipulados. Caso o juiz não aceite os termos deste acordo, a multa imposta poderá chegar aos US$ 34 bilhões. Aguardemos.

Fotos: divulgação


Publicidade