Vendas globais premium - Mercedes-Benz começa 2017 “sobrando”

Vendas globais premium – Mercedes-Benz começa 2017 “sobrando”

Mercedes Classe E

Líder global de vendas entre as marcas premium em 2016, a Mercedes-Benz começou janeiro mostrando estar disposta a não perder o trono. Com 178.647 unidades comercializadas globalmente, a alemã registrou um avanço de 18,3% em relação ao mesmo período do ano passado.

A China foi o grande destaque para a Mercedes: a marca emplacou mais de 50 mil unidades em um único mês (58.799, +39,3%) pela primeira vez em seu maior mercado. Na Europa, foram vendidas 61.670 unidades, enquanto nos EUA (25.527) o avanço foi bem menor (+3,5%), mas suficiente para mantê-la à frente das rivais.

O novo Classe E foi a sensação entre os modelos: com 29.963 unidades, entre sedãs e stations, o modelo registrou seu novo recorde de vendas, com alta de 75% nos últimos doze meses. Já os SUVs/crossovers da marca, com 65.004 unidades, cresceram 20,5%.

BMW X1

BMW

A BMW, por sua vez, emplacou 143.553 unidades em janeiro, 7,2% acima do total comercializado há um ano. Vale ressaltar que o o resultado poderia ter sido ainda melhor se o novo Série 5 já estivesse à venda – o modelo chegará às concessionárias a partir da segunda quinzena de fevereiro.

Com incremento superior a 40%, o X1 (20.059) se destacou entre os modelos. Best-seller da marca, o Série 3 fechou janeiro em alta de 6,3%, com 28.684 unidades. Top de linha, o Série 7 foi o preferido por 4.403 consumidores (+29,8%).

2018 Audi SQ5

AUDI

Coube à Audi o destaque negativo: com 124.000 unidades, a marca de Ingolstadt foi a única a perder espaço (-13,5%). A China foi a grande responsável pela baixa.

Com 35.181 unidades vendidas em seu maior mercado, a Audi amargou uma retração de 35,3%. De acordo com a marca, no último mês de 2016 foi estabelecido um plano estratégico de crescimento sustentável nos próximos anos, embora os concessionários locais já trabalhassem com um cenário mais negativo neste início de 2017.

Com impacto do lançamento das novas gerações do Q5 e do A5 Sportback no início de janeiro, as vendas da Audi cresceram 3,1% na Europa (61.800), com destaque para a Itália (5.004), onde os números foram 17,6% superiores aos de 2016. Nos EUA (13.201), o avanço também foi na casa dos dois dígitos (+11,4%).

Fontes: BMW Group / Daimler AG / Volkswagen AG


Publicidade