Reestilizado, Citroën C-Elysée 2017 é lançado na Argentina

Reestilizado, Citroën C-Elysée 2017 é lançado na Argentina

Citroen C-Elysee

Após passar por sua primeira reestilização em novembro do ano passado, o Citroën C-Elysee estreia na Argentina com o novo visual. Importado da Espanha, o sedã compacto é lançado no país vizinho com preços entre 283.000 pesos (R$ 56,7 mil) e 365.000 pesos (R$ 73,1 mil).

Publicidade

Leia também:

Novo C-Elysée, o “Logan da Citroën”, seria bom rival para Cobalt e Versa
Sedã derivado do 208, Peugeot 301 ganha novo visual e mais equipamentos

Sedã compacto praticamente com dimensões de carro médio, o C-Elysée mede 4,43 metros de comprimento, 1,70 m de largura, 1,47 de altura e tem distância entre-eixos de 2,65 m. O porta malas possui 506 litros de capacidade.

Compartilhando as mesmas opções mecânicas do primo Peugeot 301, também atualizado e que estreou para os hermanos há poucas semanas, o C-Elysée pode receber os motores 1.6 16V de 115 cv a gasolina ou diesel 1.6 de 92 cv e 23,6 kgfm de torque. O câmbio é manual de 5 marchas (automático de 6 marchas é opcional apenas para a versão a gasolina).

2017 Citroen c-Elysée

Em relação ao modelo anterior, que era vendido por lá desde o segundo semestre do ano passado, o C-Elysée 2017 passa a contar com LEDs diurnos, novas rodas de liga leve e central multimídia com Apple Car Play e Android Auto. Controle de estabilidade e airbags laterais são oferecidos apenas nas versões mais caras.

Lançado em 2012, o Citroën C-Elysée ganhou um facelift discreto, com mudanças concentradas na dianteira. Externamente, a atualização trouxe novos para-choques (mais agressivos), grade frontal maior e integrada com os faróis redesenhados. Na traseira, a novidade são as lanternas com aparência mais moderna e luzes com “efeito 3D”.

2017 Citroen c-Elysée

Cotado para o Brasil na época do lançamento mundial, o sedã compacto despertou bastante interesse por aqui, mas nunca foi confirmado pela marca. Ao lado do primo Peugeot 301, seria um bom competidor para enfrentar modelos como o Chevrolet Cobalt, Toyota Etios Sedan, Nissan Versa e Renault Logan.

Fotos: divulgação


Publicidade