Toyota registra patente de câmbio manual inteligente

Toyota registra patente de câmbio manual “inteligente”

O câmbio manual "inteligente" da Toyota

O câmbio manual “inteligente” da Toyota

A Toyota patenteou nos EUA um sistema de câmbio, no mínimo, extravagante. Ele não traz as vantagens de um automático nem as de um automatizado. É um câmbio manual aparentemente convencional, com pedal e alavanca de trocas, mas com gerenciamento do câmbio e da embreagem por meio de uma central eletrônica. O objetivo, aparentemente, é tornar os manuais tão econômicos quanto for possível. E reduzir as emissões, o que interessa bastante a vários fabricantes, por conta das metas impostas por mercados maduros.

Publicidade

Leia também:

Toyota fará elétrico com baterias revolucionárias até 2022
Comparativo automáticos mais baratos do Brasil – Mobi GSR x Etios X
Musk diz que carros não-autônomos serão como cavalos em 20 anos

De acordo com as patentes, o sistema consegue desacoplar o câmbio do motor em situações de baixa exigência, como em retas ou descidas na estrada. É a famosa banguela, chamada pomposamente de “coasting“, mas sem os efeitos perigosos da feita pelo motorista. Atualmente, o “coasting” só está disponível em câmbios automáticos ou automatizados.

Coasting Control Patent For Manual Transmission

Além de “banguelar” o carro de modo seguro, o novo sistema também seria capaz de impedir que o motorista usasse “marchas erradas”. Por meio de travas no câmbio, o aspirante a piloto não poderia selecionar marchas muito altas ou muito baixas para a rotação do motor.

A salvaguarda, que tanto pode poupar o motor quanto economizar combustível, aparentemente tem o botão on/off. Ou seja, dá ao motorista a chance de acioná-la ou desligá-la. O que é, de certo modo, um alívio. Afinal de contas, quem escolhe um carro manual, a não ser nos casos de orçamento restrito, quer efetivamente controlar o que o veículo faz. Para todos os demais motoristas, já existem os automáticos e automatizados. Otimizados para baixas emissões, como mostram os sistemas GSR da Fiat.

Colaborou Leo Fortunatti

Fotos: divulgação

Fonte: US Patent & Trademark Office


Publicidade