Elétrico Nissan Leaf será vendido no Brasil em 2019

Elétrico Nissan Leaf será vendido no Brasil em 2019

Nissan Leaf - Salão de Tóquio

Após testar a primeira geração no Brasil em experiências com taxistas, a Nissan finalmente irá vender o elétrico Leaf no Brasil. Sua chegada foi confirmada ao Motor1.com por José Luis Valls, vice-presidente da fabricante, durante o Salão de Tóquio (Japão). A previsão é que seja vendido aqui em 2019, aproveitando o novo regime automotivo Rota 2030, que passa a valer a partir de 2018.

Publicidade

Leia também:

Lá fora, a segunda geração do Nissan Leaf é vendida em três versões (S, SV e SL), com duas opções de baterias. A de 40kWh dá uma autonomia de aproximadamente 240 km, enquanto a de 60kWh permite rodar por cerca de 320 km. O motor elétrico é o mesmo de seu antecessor, mas com um novo inversor, que elevou a potência para 149 cv e o torque para 32,6 kgfm. Tem velocidade máxima limitada a 140 km/h.

Uma das novidades é o sistema e-Pedal, que transforma o acelerador também em um freio virtual. Basta parar de pisar que o inversor gera uma força para reduzir a velocidade do carro até ele parar, dispensando o uso de freios. É equipado com o ProPilot, piloto automático adaptativo que acompanha o trânsito, é capaz de ficar na faixa de rodagem e também freia sozinho em emergências – o modelo japonês ainda tem estacionamento automático tanto de frente quanto de ré.

Nissan Leaf 2018

O grande mistério é quanto o Nissan Leaf irá custar no Brasil. Na Europa, é vendido a partir de 30.990 euros (cerca de R$ 118 mil). Como comparação, o BMW i3, único elétrico à venda no momento em nosso mercado custa 38.100 euros (R$ 145,4 mil), mas chega ao nosso mercado por R$ 159.950. Se usarmos o preço do i3 como base, o Leaf não deve chegar aqui por menos de R$ 120 mil.

Texto e fotos: Daniel Messeder, de Tóquio

Viagem a convite da Anfavea

Comentários Motor1


Publicidade