Nissan Frontier topo de linha vai custar R$ 166.700

Nissan Frontier topo de linha vai custar R$ 166.700

Nissan Frontier

Nissan Frontier

Depois de revelarmos com exclusividade todos os dados técnicos da nova Nissan Frontier, só faltava saber quanto ela custaria e como ela anda. Esta última parte resolveremos em breve, mas o preço acabou de ser divulgado. A picape começa a ser vendida em março, importada do México, apenas em sua versão topo de linha. Por R$ 166.700.

Leia também:

Exclusivo! Revelamos os catálogos da nova Nissan Frontier para o Brasil
Vídeo – Nova Nissan Frontier promete a “melhor suspensão” entre as picapes
Nova Nissan Frontier já tem site no Brasil – estreia será em março

A estratégia é parecida com a que a Nissan adotou com o Kicks, que vinha só em sua versão mais equipada à espera da produção nacional, em Resende (RJ). A terceira geração da picape será fabricada em Santa Isabel, na Argentina, de onde também sairão a Renault Alaskan e a Mercedes-Benz Classe X. As versões mais simples (e baratas) deverão aparecer no mercado brasileiro apenas quando a importação da Argentina tiver início.

salao-do-automovel-nova-nissan-frontier-chega-em-2017-com-190-cv-e-sete-marchas-1

A Nissan diz que a picape terá itens inéditos em sua história, mas cita apenas dois: o HDC (Hill Descent Control, ou Controle Automático de Descida) e o HSA (Hill Start Assist, que a empresa chama de Sistema de Auxílio de Partida em Rampa). Como tivemos acesso exclusivo a seu catálogo, podemos dizer que ela terá também bancos com ajustes elétricos e tecnologia Zero Gravity da Nasa (a mesma do Altima e do Kicks), chave inteligente presencial (semelhante à do Sentra), ar-condicionado digital bizona, bloqueio mecânico do diferencial, faróis com DRL em LED, painel com tela colorida de 5″ e sensor crepuscular e de estacionamento traseiro.

nova-nissan-frontier-catalogo

Além do motor 2.3 turbodiesel (um dos mais leves do mercado nesta categoria), com dois turbos e 190 cv, com câmbio automático de 7 marchas, a Nissan também promete que a picape terá um chassi de primeira linha. Ele seria reforçado, com 8 barras transversais e 4 vezes mais durável que um chassi comum. Uma boa resposta ao caso das Frontier que se partiram ao meio no Reino Unido. O chassi teria outro chassi sobreposto, chamado de “duplo C” e unido ao original por soldas contínuas.

Nova Frontier no Brasil

Nova Frontier no Brasil

Isso tornaria a picape mais estável, algo para que a suspensão traseira com sistema five link, molas helicoidais e eixo rígido promete colaborar ainda mais. Com isso, ela poderia dispensar o uso dos feixes de molas e ainda ter a mesma robustez que este sistema oferece. A conferir. Seus ângulos de entrada (31,6°) e de saída (27,2°) seriam os melhores do segmento e seu vão livre, de 29,2 cm, também facilitaria a vida no fora-de-estrada.

Em breve poderemos dizer se todas essas novidades se traduzem em um modelo competitivo, dos que merecem figurar entre os mais vendidos, ou se a Frontier continuará fora do radar destes compradores. Continue conosco aqui no Motor1.com para descobrir!

Fotos: Donizetti Castilho/reprodução


Publicidade