Nissan diz que elétricos serão 20% de suas vendas na Europa

Nissan diz que elétricos serão 20% de suas vendas na Europa

Leaf 2018

Leaf 2018

Parece que os planos da Nissan no segmento de carros elétricos são mais do que a nova geração do Leaf, que será apresentada em setembro. A marca japonesa, aproveitando que a Europa caminha para um futuro (não tão distante) elétrico, já planeja que, em 2020, 20% de suas vendas na região serão de modelos EVs.

Publicidade

Leia também:

França quer parar a venda de veículos a combustão até 2040
Nissan Leaf de segunda geração mostra teaser de sua grade frontal
Nissan Leaf de nova geração tem interior revelado em flagra

Esta é uma declaração do diretor da divisão de elétricos da Nissan na Europa, Gareth Dunsmore. “Até 2020, se as condições do mercado forem boas, estaremos vendendo mais de 20% do nosso volume total em veículos com emissão zero e isso só aumentará com o tempo”, disse o executivo em entrevista à Reuters. Pode não parecer, mas este é um número grande para uma empresa que, em 2016, vendeu 735.725 carros na Europa. Faça as contas. Se os números da Nissan se mantiverem neste patamar, Gareth fala sobre mais de 140.000 carros elétricos vendidos.

 

Nissan Leaf 2018

Para alcançar tal meta, a Nissan não dependerá apenas do Leaf. Shiro Nakamura, chefe de design da Nissan por 17 anos (hoje aposentado), confirmou em entrevista a revista Autocar que a empresa terá mais dois modelos EVs até 2020, e uma expansão ainda maior da linha acontecerá entre 2020 e 2025 segundo Hiroto Saikawa, CEO da Nissan. Há quem aposte em um SUV e um sedã. Será mesmo?

Comentários no Motor1

Fontes: ReutersAutomotive News e Autocar


Publicidade