Mercedes-Benz acha que picape Classe X “merece ser cara”

Mercedes-Benz acha que picape Classe X “merece ser cara”

Picape Mercedes-Benz Classe X

Há muita discussão sobre quanto a Classe X, a picape média da marca alemã, deverá custar. Para a Mercedes-Benz, ela merece ser a mais cara do segmento e ter posicionamento de carro premium. A declaração foi feita por Christian Pohl, chefe da equipe de produto e marketing para a picape, ao site australiano CarAdvice.

Publicidade

Leia também:

“Nós temos um produto específico para o mercado premium em comparação à Amarok (por exemplo), mas não iremos ter um preço fora do segmento. Somos humildes enquanto temos consciência sobre nosso produto. Sabemos que somos os últimos a entrar no segmento, sabemos o quanto é competitivo”, explica Pohl. “Como uma marca de luxo, você tem que oferecer coisas a mais. Eu acho que o Classe X merece ser premium. Não somos arrogantes e que fazemos tudo melhor, mas há um equilíbrio entre qualidade e preço – e nos preocupamos com isso quando desenvolvemos um veículo.”

Picape Mercedes Classe X

Na Alemanha, a Classe X parte de 37.300 euros (cerca de R$ 140,9 mil), na versão X220d. Como comparação, a Volkswagen Amarok custa 30.600 euros (R$ 115,6 mil) na configuração de entrada, uma diferença de 6.700 euros (R$ 25,3 mil). A picape da Volkswagen é considerada pela Mercedes como o exemplo a ser seguido para diversos mercados.

Picape Mercedes Classe X

A Mercedes-Benz Classe X tem previsão de ser lançada no Brasil em 2019, acompanhando sua chegada à Argentina, onde será produzida. A construção ficará à cargo da fábrica da Nissan, de onde sai a nova geração da Frontier, com quem compartilha a plataforma. Antes da Classe X, o complexo irá iniciar a montagem da Renault Alaskan, o terceiro modelo a usar a base da Nissan e que também virá ao nosso país.

www.youtube.com/watch?v=2iEOQbWzpi0

Comentários Motor1

Fonte: CarAdvice


Publicidade