Fiat Cronos x Volkswagen Virtus – O que sabemos sobre os novos sedãs

Fiat Cronos x Volkswagen Virtus – O que sabemos sobre os novos sedãs

Fiat Cronos x Volkswagen Virtus

Atualmente, o segmento dos sedãs compactos é bem pequeno. Temos o Chevrolet Cobalt, que lidera as vendas há anos, seguido pelo Honda City e…só. O Ford Fiesta Sedan vende tão pouco que a marca até interrompeu sua importação (do México) por alguns meses. Este cenário mudará com a chegada de dois dos principais lançamentos de 2018: o Fiat Cronos e o Volkswagen Virtus. Confira o que já sabemos sobre os dois futuros rivais.

Publicidade

Leia também:

O que são?

De forma simples, são as variantes sedã do Fiat Argo e Volkswagen Polo. Porém, ao contrário do que normalmente acontece, ambos foram desenvolvidos separadamente do hatches. Volkswagen e Fiat dizem que são modelos próprios, motivo pelo qual adotam nomes diferentes ao invés de simplesmente “Argo Sedan” e “Polo Sedan”. Se posicionarão entre os sedãs pequenos e os médios. Na Volkswagen, o Virtus ficará entre o Voyage e o Jetta (este último terá a nova geração apresentada em janeiro). Na Fiat, será o sedã mais caro, já que substituirá o Linea e também as versões mais caras do Grand Siena.

Design

Como já dissemos, ambos serão modelos com diferenças quando comparados aos hatchbacks. Porém, isso não significa que estarão completamente livres da identidade visual de suas respectivas marcas.

Flagra Fiat Argo Sedan (X6S)

O Cronos terá a grade dianteira com formato semelhante à do Argo, assim como os faróis, colados na entrada de ar e esticados até acima das caixas de rodas. Pelos flagras, deverá ter hastes cromadas tanto no para-choque dianteiro quanto na grade, item que não existe no compacto. As lanternas continuam na horizontal, porém com um provável formato menos arredondado.

Flagra VW Virtus BR

O Virtus nós já sabemos como ele é, graças às fotos que vazaram de dentro da fábrica em grupos de WhatsApp. Sua traseira é bem diferente do Polo, mais elevada, e termina com um pequeno spoiler na chapa. As lanternas também estão na horizontal e correm da tampa do porta-malas até perto da coluna C (o Polo tem lanternas quadradas). A frente é idêntica à do compacto, com as mesmas alterações feitas para nosso mercado em comparação com o modelo europeu.

O flagra do interior do Virtus mostra que ele será igual ao Polo. A única diferença que podemos identificar é a ausência do suporte para celular, porém pode ser que a imagem tenha sido feita antes de instalarem a peça. No caso do Cronos, ele também deve seguir as linhas do hatch no qual é baseado, com o mesmo acabamento que o Argo.

Volkswagen Virtus - Teaser

Dimensões

Quem compra um sedã quer espaço. Para isso, tanto a Fiat quanto a Volkswagen alongaram o entre-eixos do Cronos e do Virtus, em comparação com Argo e Polo, para atender a esta demanda. No caso do sedã da VW, fontes dizem que cresceu a ponto de aumentar o espaço para pernas dos passageiros traseiros em cerca de 5 cm. O Polo tem 4,05 metros de comprimento e 2,56 m de entre-eixos. Como esperado, terá porta-malas com capacidade maior do que os 300 litros do Polo pelo balanço traseiro mais longo.

Flagra Fiat X6S - Carroceria final

A Fiat terá que correr atrás com o Cronos, já que o Argo é menor do que o hatch da Volkswagen. Os flagras mostram que terá uma traseira mais curta, ao estilo notchback usado pela GM no Chevrolet Prisma. O Argo mede 3,99 m de comprimento e 2,52 m de entre-eixos, com porta-malas de 300 litros.

Motorização

Tanto a Volkswagen quanto a Fiat apostam em uma combinação de um motor novo e outro mais antigo, abandonando a opção 1.0 aspirada que existe tanto no Argo quanto no Polo. O Cronos começará com o 1.3 Firefly de 109 cv e 14,2 kgfm, representante de sua nova linha global de propulsores. Será combinado ao câmbio manual de 5 marchas ou automatizado GSR como um opcional. A opção das versões topo de linha é um velho conhecido, o 1.8 E.torQ de 139 cv e 19,3 kgfm, tanto manual de 5 marchas quanto com a transmissão automática de 6 marchas.

Para o Virtus, a Volkswagen prepara uma linha iniciada pelo 1.6 MSI de 117 cv. A maior dúvida é sobre a transmissão. Terá a caixa manual de 5 marchas, porém ainda não sabemos se terá o câmbio automático de 6 marchas. O Polo vendido no nosso mercado não tem essa opção, embora a marca exporte o hatchback para a Argentina com essa variante automática. Os modelos mais caros do Virtus terão o 1.0 TSI de 128 cv, sempre com câmbio automático de 6 marchas, como no Polo.

Flagra VW Virtus BR

Equipamentos

A grande briga entre os dois será aqui. O Fiat Cronos virá de série com start-stop, item que não aparece em nenhuma versão do Volkswagen Virtus. Se for como o Argo, oferece controle de estabilidade e tração a partir da configuração com câmbio automatizado, enquanto o Virtus 1.6, se seguir o Polo, terá controle de tração de série e o de estabilidade será opcional.

Para quem gosta de tecnologia, o Cronos deve vir mais interessante. Se for como o Argo, contará com a central multimídia com tela sensível ao toque de 7 polegadas, item que é de série no hatch a partir da versão 1.3. Novamente, fica ruim para o Virtus, já que o Polo 1.6 usa o rádio Media Plus, muito mais simples, com a central Composition Touch com tela de 5 polegadas como opcional. Só ganha um infotainment de 7” ao pagar um pouco mais pelo Discover Media.

Fiat Argo 1.3 Drive

O jogo só vira quando chegamos nas versões completas e com todos os opcionais. O Cronos terá uma tela TFT de 7” para o computador de bordo, posicionado entre os contadores, bem funcional e bonita. Só que o Virtus recebe o display de 12,3” totalmente digital (inclusive para velocímetro e conta-giros), tecnologia vinda da Audi.

Segurança

Item que vai dar muita discussão. A Volkswagen cedeu um Polo para o Latin NCAP realizar o teste de colisão e ele recebeu nota máxima de cinco estrelas, tanto para a proteção para adultos quanto para crianças. Vem de série com quatro airbags. A marca ainda não fala sobre o Virtus, mas a expectativa é que tenha resultado semelhante, já que será estruturalmente igual.

Latin NCAP - Polo e Corolla

Já o Argo ainda não passou pelo crash-test da entidade. Na primeira apresentação do modelo, a Fiat dizia que ele receberia, no mínimo, três das cinco estrelas – por ironia do destino, disseram isso poucas horas antes do Latin NCAP anunciar o resultado ruim do Chevrolet Onix. Também tem quatro airbags (frontais e laterais), porém as bolsas extras são oferecidas com opcionais.

Preço

Nenhuma das duas fabricantes falou sobre valores. Em ambos os casos, o esperado é que tenham um preço inicial entre R$ 55 mil e R$ 60 mil, chegando na casa dos R$ 75 mil no modelo topo de linha, para dar uma distância em relação aos sedãs mais baratos – o Voyage vai de R$ 49.990 mil a R$ 61.290, enquanto o Grand Siena tem valores entre R$ 45.790 e R$ 62.990. Também há a preocupação de até quanto pode custar na versão topo de linha. A Fiat não tem tanto problema, já que não tem um sedã médio, porém a Volkswagen tem o Jetta a partir de R$ 93.936.

Fotos: Jornal O Tempo e Argentina Autoblog

Comentários Motor1


Publicidade