Citroën C3 AirCross é oficialmente apresentado na França

Citroën C3 AirCross é oficialmente apresentado na França

Ele foi antecipado por um conceito, flagrantes e até por uma miniatura. Mesmo com tanta antecipação, podemos dizer que o C3 AirCross ainda conseguiu trazer algumas surpresas. Não muitas, mas suficientes para tornar o novo crossover compacto uma opção interessante nos mercados em que ele será vendido. E que podem incluir o brasileiro.

Publicidade

Leia também:

Novo Citroën C3 Aircross tem visual revelado por miniatura
Flagra! – Citroën C3 Aircross aparece antes da hora sem disfarces
Novo Citroën C3 Aircross 2018 é antecipado por projeção

Construído sobre a plataforma PF1/A, o C3 AirCross preservou quase as mesmas medidas do conceito. As diferenças são apenas em largura (1,76 m, em vez de 1,74 m no conceito) e em altura (1,64 m, no lugar de 1,63 m). E são bem sutis. O comprimento ainda é de 4,15 m, com um entre-eixos de 2,60 m.

2017 Citroen C3 Aircross

Os motores escolhidos para o crossover são apenas dois. A gasolina, a opção é o 1.2 PureTech turbo, com três potências diferentes: 82 cv, 110 cv e 130 cv. As opções de câmbio são, respectivamente, manual de 5 marchas, o mesmo manual e um automático de 6 e, no com 130 cv, apenas um manual de 6 marchas. O BlueHDi 1.6 terá 90 cv (só para exportação), 100 cv e 120 cv. E ele só vem com transmissão manual: de 5 marchas nas opções menos potentes e de 6 na mais forte.

Apesar de o grande apelo do modelo ser a altura em relação ao solo, o C3 AirCross quer se notabilizar pela versatilidade. A segunda fileira de bancos é regulável em distância (com 15 cm de curso) e o banco da frente pode ser rebatido para levar objetos de até 2,40 m. O porta-malas, de 410 litros, pode ser ampliado para até 520 litros com os bancos traseiros totalmente avançados para a frente. Se eles forem rebatidos, é possível chegar a 1.289 litros.

Em termos de estilo, o C3 AirCross oferece 8 cores para a carroceria, 4 para o teto e 4 esquemas de cores, algo que permite até 90 combinações diferentes, segundo a empresa. Sem falar nos 5 interiores diferentes. Há opções de rodas de aro 16″ ou 17″. O teto solar panorâmico combina bem com o que, a princípio, parece ser uma coluna C parruda, mas é uma área envidraçada disfarçada por uma espécie de persiana.

Como havíamos adiantado, o C3 AirCross vem com o que a marca chama de Advanced Comfort, um esquema que une bancos e suspensão na tentativa de reproduzir o conforto que a empresa oferecia com sua suspensão hidropneumática, que sucumbiu à necessidade de escalas cada vez mais altas de produção (e de redução de custos).

A Citroën fala que dotou o modelo de 12 assistências ao motorista, o que poderia dar a impressão de serem 12 sistemas ativos de segurança. Não é bem assim. Dos 12 equipamentos, 3 não são nada extraordinários, como head-up display, câmera de ré e sistema de entrada e partida sem chave. De auxílio efetivo à condução, o C3 AirCross tem aviso de ponto cego, de mudança de faixa, frenagem de emergência automática, Hill Descent, alerta de descanso, monitor de atenção, faróis com facho inteligente, sistema de reconhecimento de velocidade máxima e o Park Assist, que ajuda o motorista a estacionar.

Fotos: divulgação – Confira nossa galeria com 121 imagens!


Publicidade