Chevrolet Tracker fica mais caro e agora parte de R$ 81.990

Chevrolet Tracker fica mais caro e agora parte de R$ 81.990

Tracker

Lançado em novembro por R$ 79.990, o Chevrolet Tracker reestilizado passa pelo primeiro reajuste de preços. Com preço inicial subindo para R$ 81.990, o SUV compacto ficou mais caro em todas as versões, chegando aos R$ 95.490 no acabamento topo de linha LTZ.

Leia também:

Chevrolet Tracker pode ser fabricado no Brasil?
Chevrolet Tracker 2017 estreia com ESP e tração 4×4 na Argentina
Supercomparativo SUVs – Hyundai Creta x Chevrolet Tracker x Nissan Kicks x Honda HR-V x Jeep Renegade

Produzido no México, o Tracker é oferecido por aqui sempre com o motor 1.4 Turbo flex de injeção direta associado ao câmbio automático de 6 marchas. Com ele, o SUV dispõe de 153 cv de potência e 24,4 kgfm de torque quando abastecido com etanol.

Comparativo SUVs - Creta-HR-V-Renegade-Tracker-Nicks

Lançado há poucas semanas na Argentina em uma configuração diferente do modelo destinado ao Brasil (com motor 1.8 16V e controle de estabilidade), o Tracker é cotado para ser produzido por aqui em sua próxima geração, embora ainda não haja confirmação oficial.

Apesar da expectativa de crescimento nas vendas com a chegada do modelo reestilizado, o Tracker ainda não embalou. No acumulado do ano foram apenas 1.844 unidades emplacadas, sendo 470 no mês de março – números que o colocam na 8ª posição entre os SUVs compactos.

Fotos: arquivo Motor1

Preços:

 Tracker LT 1.4 Turbo   R$ 79.990  R$ 81.990
 Tracker LTZ 1.4 Turbo   R$ 89.990  R$ 92.390
 Tracker LTZ II 1.4 Turbo   R$ 92.990  R$ 95.490


Publicidade