Chefão da VW critica Tesla por perder milhões e vender pouco

Chefão da VW critica Tesla por perder milhões e vender pouco

Mathias Muller

Descrito como um “fórum para entendimento internacional”, o evento “Menschen na Europa” aconteceu em Passau (Alemanha) para discutir de tudo, desde negócios e política a arte e cultura. A indústria automotiva também foi um dos temas e o CEO da Volkswagen, Matthias Müller, foi um dos convidados.

Publicidade

Normalmente, isso não seria uma notícia tão importante, se não fosse o fato de que o chefão da VW disse algumas coisas interessantes:

“Eu preciso dizer algumas coisas sobre a Tesla: Com todo o respeito, há alguns campeões em dar grandes anúncios neste mundo – eu não quero dizer nomes. Há algumas empresas que mal vendem 80 mil carros por ano. E há empresas como a Volkswagen que venderam 11 milhões de carros neste ano e geram um lucro de 13 ou 14 bilhões de euros. Se estou bem informado, a Tesla destrói milhões de dólares na casa de três dígitos e, de repente, demite seus funcionários. Responsabilidade social? Por favor. Nós não devemos nos deixar levar e comparar maças com laranjas.”

Bom, é um pouco tarde para falar que “não quero dizer nomes”, não é? A parte de não ter responsabilidade social tem a ver com o fato da Tesla ter demitido centenas de funcionários recentemente (entre 400 e 700 empregados). Esta declaração feita pelo CEO da Volkswagen é bem ousada, considerando que o grupo acabou de passar por sérios problemas após o esquema de fraude de emissões de poluentes, que levaram a empresa a investir em uma estratégia agressiva para lançar carros elétricos.

Leia também:

A crítica de Matthias Müller à Tesla foi feita apenas duas semanas depois de uma declaração forte feita por um executivo da General Motors. O diretor de integração autônoma da marca, Scott Miller, disse que Elon Musk “só fala merda” sobre as capacidades autônomas do Model 3 ao alegar que seria capaz de atingir os requerimentos do nível 5 (o máximo possível).

Para nossos leitores que entendem alemão, confira o vídeo abaixo com a fala de Matthias Müller (também é possível ativar a legenda e optar pela tradução automática em português):

Fonte: Daily Kanban via Ars Technica

Comentários Motor1


Publicidade